Chinelos velhos viram brinquedos e retiram 400 toneladas de lixo dos oceanos

 

Acredito que seja do conhecimento de muitos de vocês que existe uma gigantesca ilha de plástico flutuando no Oceano Pacífico. Isso ocorre basicamente devido ao descarte indevido de materiais plásticos no mar, que demoram centenas (e até milhares) de anos para se decompor.

Devido as corrente marítimas, quase todos os plásticos flutuantes do mundo vão parar nessa “ilha”, que é nada mais que o vórtice onde todo o material acaba ficando preso. Estima-se que seu tamanho chegue a ser equivalente ao dos Estados Unidos!

falamos aqui no TECNOetc de um projeto interessante de um estudante de apenas 19 anos que pretende eliminar essa ilha em pouco mais de 5 anos. Uma outra iniciativa foi feita por uma fundação chamada de Ocean Sole, no Quênia. Especializada em ações sustentáveis, a fundação criou um projeto de reciclagem de chinelos um tanto quanto ambicioso.

Graças as correntes marítimas, muitos desses plásticos acabam se acumulando em praias africanas, as vezes temporariamente, visto que as marés podem puxa-los de volta para o oceano, e é numa praia de Nairobi (Quênia) que o projeto funciona. O projeto recolhe os chinelos que vão parar nessas praias e os reaproveitam, fazendo diversas coisas como brinquedos, artesanato, itens de decoração e etc.

De acordo com a Ocean Sole, são cerca de 400 toneladas de lixo que são retiradas do oceano e reaproveitadas todos os anos. Eles também empregam cerca de 100 pessoas que moram na localidade, dando uma oportunidade para quem não tinha.

E por acaso as peças que eles fazem são lindas! É feita uma espécie de prensado com os chinelos que produzem um material com cores maravilhosas.

Caso você tenha interesse em ajudar, é só entrar no site deles http://www.ocean-sole.com/ e contacta-los. É possível fazer doações e comprar as peças criadas com os chinelos. Uma outra opção é ir visita-los no Quênia, que por acaso eu espero poder fazer um dia, hehe.

Fique então com os vídeos abaixo que contam um pouco mais dessa bela iniciativa:

Alan Motta Cardoso
Alan Motta Cardoso
Tem Mestrado em Biologia Marinha mas atualmente trabalha com games e tecnologia. Pode isso, Arnaldo?
Recommended Posts

Comentários

Loading Facebook Comments ...
Comments
pingbacks / trackbacks

Leave a Comment