Carregar o celular com a luz do sol? Japoneses dizem sim!

Tec1

Mais uma inovação está sendo testada pelos japoneses, e todo mundo já está animado. Com a popularização dos smartphones, a sociedade em geral sofre com um problema simples que atinge a todos: A pouca durabilidade das baterias. Alguns estudiosos japoneses prometem dar fim a falta de carga nas baterias de um jeito bem simples: usando a luz solar!

A quina faz 4 ganhadores a cada semana, mas estes cientistas da terra do sol nascente farão a população mundial inteira mais feliz do que estes, caso a invenção dê certo. Super fina e transparente, o protótipo da nova bateria remete a um futuro provável – e não muito distante – onde as janelas das casas se tornarão grandes geradoras de energia.

Os componentes do gadget não possuem espessura maior que 90 nanômetros, feitos de compostos de lítio, um componente muito comum atualmente, o que pode fazer com que o equipamento não seja muito caro. Ao ser exposto ao sol, a superfície torna-se mais escura, cerca de 30% a mais, e vai perdendo a cor, na medida em que vai descarregando.

A energia solar é captada e se transforma em eletricidade, com potência de 3,6 volts, compatível com o que se usa hoje em dia, porém deve aumentar, com o aprofundamento das pesquisas e dos testes. O modelo atual já é uma evolução do estudo realizado há anos pela universidade de Kogakuin, que anteriormente utilizava células fotovoltaicas, tal qual painéis solares.

Tec2

O escurecimento de prédios e residências com janelas feitas do material também ajudará na economia da energia utilizada para o resfriamento do local, além de recarregar os aparelhos por lá instalados. O único problema ainda é a vida útil do protótipo, apenas 20 ciclos de recarga, mas os eletrólitos utilizados no experimento já estão apresentando mudanças neste sentido. Ainda há espaço para se melhorar, é só aguardar.

Luiz Felipe Alves
Luiz Felipe Alves
Artista, modelador e apreciador de todos os estilos de jogos. Tem um diploma de graduação em biologia guardado em algum lugar. Só não sabe onde.
Recommended Posts

Comentários

Loading Facebook Comments ...

Leave a Comment